AMOREPOESIA_20 – Thiago de Melo

Thiago de Mello nasceu na cidade de Barreirinha, no coração do Amazonas, no dia 30 de março de 1926.
Conhecido internacionalmente por sua luta em prol dos direitos humanos, pela ecologia e pela paz mundial, o autor foi perseguido pela ditadura militar implantada no Brasil em 1964. Foi obrigado a deixar sua terra, tendo se exilado no Chile, até a queda de Salvador Allende. Seus trabalhos foram publicados no Chile, Portugal, Uruguai, Estados Unidos da América, Argentina, Alemanha, Cuba, França e outros mais.
Considerado um dos grandes escritores brasileiros e um dos mais traduzidos, o poeta amazonense mora atualmente em Barreirinha, uma vila de 5 mil habitantes, no Baixo Amazonas, distante de Manaus (vinte horas de barco). Estamos, mais uma vez a reverenciar a linda poesia do mestre, Thiago de Melo, sempre vestido de branco porque, como ele diz em “Os Estatutos do Homem” no Artigo X, “Fica permitido a qualquer pessoa, a qualquer hora da vida, o uso do traje branco”.


Poesias:

A Arte de Amar, Flor de Açucena, Os Astros Íntimos. Biografia por Aníbal Beça. Mais Sugestão, O Aprendiz do Espanto, Ninguém Me Habita. Na abertura do podcast, Thiago y Santiago _ Pablo Neruda.

Músicas:

Shira Kammen _ Deep Schist – Na vinheta de abertura; Flávio Venturini e Toninho Horta ao Vivo _ Espanhola; Kid Abelha _ Amanhã é 23 ( CD Acústico MTV); Lenine _ Paciência; 14 Bis e Vanessa Rangel _ Sonhando o Futuro; Enigma _ Erotic Dreams (CD Temple Of Love) _ Voices In The Dark.